Proibido, proíbido ou proibído

A nossa Língua Portuguesa é relativamente complexa. Muitas pessoas tem dúvidas sobre a aplicação de acentos em determinadas palavras, como é o caso de proibido, proíbido ou proibído.

Apenas uma dessas expressões está correta segundo a norma culta e deve ser usada no seu dia a dia.

Neste post, além de aprender o correto entre proibido, proíbido ou proibído, você também verá uma série de dicas pra melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa. Então não deixe de ler até o final!

Afinal de contas qual é o correte, proibido, proíbido ou proibído?

O correto entre proibido, proíbido ou proibído é a primeira alternativa, sem nenhum tipo de acento.

Isso porque essa é uma palavra paroxítona, ou seja, a penúltima sílaba é tônica. No nosso idioma, a maioria dessas expressão não precisam de acentos para marcar essa sílaba tônica.

Exemplos de utilização de proibido

  • É proibido beber ou comer dentro do recinto;
  • Não adianta levar o Rex, é proibido a entrada de animais naquele restaurante;
  • Você está proibido de sair com seus amigos até as suas notas melhorarem!

O verbo proibir

O verbo proibir pode ser relativamente difícil de ser conjugado. Isso porque, apesar da maioria das conjugações não ter acento, algumas possuem.

O acento deve ser aplicado na vogal I de modo a marcar a tonicidade. Confira abaixo algumas conjugações que seguem essa regra.

  • Eu proíbo;
  • Ele proíbe;
  • Eles proíbem.

Dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa

Gostou de aprender qual o correto entre proibido, proíbido ou proibído? Então aproveite para conferir abaixo algumas dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa.

Primeiramente, deixe de usar os corretores automáticos. Isso porque eles só prejudicam o seu aprendizado, uma vez que corrigem as expressões sem dar qualquer justificativa.

Ao invés deles, prefira usar aplicativos de vocabulário. Com eles, é possível ampliar o seu conhecimento sobre expressões do nosso idioma. Uma excelente alternativa é o VOLP, que é o app oficial da Academia Brasileira de Letras.

Mais uma das dicas é que você passe a escrever com mais frequência, usando a norma culta. A escrita é uma das melhores aliadas do aprendizado e da memorização.

O ideal é que você escreva ao menos uma redação dissertativa-argumentativa por semana. Assim, além de melhorar o seu Português, também é possível exercitar a argumentação.

Além disso, sempre que tiver dificuldades de memorizar uma regra, palavra ou norma escreva a informação no mínimo dez vezes em um papel. Esse exercício ativa diretamente a região do cérebro responsável pela memória.

 

Agora que você já sabe qual o correto entre proibido, proíbido ou proibído, não deixe de continuar a buscar por mais conhecimento. Tem mais alguma dúvida em relação a nossa Língua Portuguesa? Então aproveite para deixá-la nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *