Prodígio ou prodíjio

Na nossa Língua Portuguesa, é comum que as letras G e J assumam o mesmo som em várias situações. Por conta disso, muitas pessoas ficam em dúvida sobre a forma correta de escrever certas palavras, como prodígio ou prodíjio.

Apenas uma dessas expressões está correta e deve ser utilizada no seu dia a dia.

Neste post, além de aprender qual o correto entre prodígio ou prodíjio, você também verá uma série de dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa. Por isso, não deixe de ler esse post até o final.

Afinal de contas qual o correto entre as expressões prodígio ou prodíjio?

O correto entre as expressões prodígio ou prodíjio é a primeira alternativa, com a letra G. a expressão prodíjio com a letra J está incorreta e por isso não deve ser utilizada no seu dia a dia.

A expressão prodígio pode ser usada como substantivo masculino ou como adjetivo. Ela geralmente é utilizada para indicar uma criança com inteligência extraordinária ou com um talento muito avançado para sua idade.

Ela também pode ser utilizada para indicar um evento que vai contra as leis da natureza, ou, ainda, uma pessoa extremamente talentosa.

Confira abaixo alguns exemplos de utilização dessa expressão:

  • O meu filho é um verdadeiro prodígio;
  • A história do garoto prodígio que começou a sua carreira nas favelas do Rio de Janeiro, ganhou o mundo;
  • O seu filho é um prodígio.

A expressão prodígio deve ser escrita com a letra G, pois, é derivada da palavra latina prodigium.

Dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa

Agora que você já sabe o correto entre as expressões prodígio ou prodíjio, vamos dar algumas dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa.

A primeira dica é que você releia seus livros de Português do Ensino Médio. Através deles, você poderá relembrar de uma série de regras que é comum esquecer com o passar do tempo.

Se possível, também leia outros conteúdos que usem a norma culta, como jornais e artigos científicos. Assim será mais fácil ver as regras sendo colocadas em prática.

Outra recomendação é que você deixe de usar corretores automáticos. Eles só prejudicam o seu aprendizado, uma vez que corrigem as expressões sem dar qualquer justificativa. Com isso você não aprende realmente.

Ao invés deles, prefira utilizar apps de vocabulário. Com esse tipo de ferramenta será possível descobrir novas expressões diariamente.

Uma excelente alternativa é o VOLP, que é o app oficial da Academia Brasileira Letras.

Por fim, aproveite para escrever usando a norma culta. Assim será mais fácil assimilar todas as informações.

Por fim, não pare no prodígio ou prodíjio, continue sempre buscando por mais conhecimento.

Tem mais alguma dúvida sobre a nossa Língua Portuguesa, aproveite para deixá-la nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *