Preoculpar ou preocupar

Na nossa Língua Portuguesa existem muitas letras com sons parecidos, é o caso de U e L. Por conta disso, muita gente faz confusão na hora de escrever algumas palavras. É o caso de preoculpar ou preocupar.

Apenas uma dessas expressões está correta e deve ser utilizada no seu dia a dia.

Nesse artigo, além de saber qual o correto entre preoculpar ou preocupar, você também, verá uma série de dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa.

Afinal de contas qual o correto, preoculpar ou preocupar?

O correto entre preoculpar ou preocupar é a segunda alternativa, com a letra U. A palavra preoculpar com a letra L está incorreta.

Essa expressão é um verbo que é utilizado sempre que queremos indicar o ato de preocupação ou inquietação. Ele também pode ser usado para indicar o ato de dar atenção a alguém.

Confira abaixo alguns exemplos de utilização dessa expressão.

  • Você não para de se preocupar com o seu filho;
  • É melhor você se preocupar com a prova de amanhã;
  • Não adianta se preocupar à toa;
  • Sempre vou me preocupar com você;

Mas afinal de contas, porque essa palavra é escrita com U e não com L?

Nesse caso, a grafia da expressão preocupar é feita dessa maneira por conta da palavra que deu origem a ela, praeoccupare, do latim.

Por conta disso, todas as formas conjugadas do verbo preocupar são com U e não com L. Além disso, outras expressões da mesma família que essa também são escritas com U. Entre elas podemos citar:

  • Preocupação;
  • Despreocupar;

Dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa

Agora que você já sabe o correto entre preoculpar ou preocupar, nós vamos dar algumas dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa. Confira!

Nossa primeira recomendação é que você baixe o app VOLP no seu celular. Ele é o aplicativo oficial da Academia Brasileira de Letras.

Nele é possível encontrar todas as expressões aceitas pela entidade, o que irá ampliar o seu vocabulário.

Outra dica é que você pare de usar corretores automáticos. Eles só prejudicam o seu aprendizado e não estimulam o seu cérebro.

Isso porque, eles apenas corrigem as palavras, sem realmente explicar o motivo. Além disso, eles só levam em consideração a palavra em si, e não o contexto.

Se você quer melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa, também é necessário adotar hábitos que estimulem o aprendizado. Um deles é a leitura diária.

Esse é um excelente exercício para o seu cérebro.

Nós recomendamos que você leia, principalmente, conteúdos que utilizem a norma culta, como livros, revistas e artigos científicos.

Por fim, não pare no preoculpar ou preocupar, continue sempre a buscar por mais conhecimento.

Tem mais alguma dúvida sobre nosso idioma? Aproveite para deixá-la nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *