Imundície ou imundícia

Na nossa Língua Portuguesa, existem muitas palavras com grafias e escritas parecidas, que acabam gerando muita confusão entre os brasileiros. É o caso de imundície ou imundícia.

Por mais incrível que pareça, as duas expressões existem no nosso idioma e podem ser utilizadas.

Nesse artigo, além de saber como usar imundície ou imundícia, você também verá uma série de dicas para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa. Por isso, não deixe de ler até o final.

Imundície ou imundícia, afinal de contas como usar essas palavras?

As palavras imundície ou imundícia existem dentro da Língua Portuguesa e são aceitas pela Academia Brasileira de Letras. E as duas indicam exatamente a mesma coisa.

Ambas são substantivos femininos usados para indicar algo que está muito sujo, imundo, que precisa de limpeza. Elas ainda podem ser usadas para indicar um grande volume de coisinhas pequenas.

Confira abaixo alguns exemplos de utilização de imundície ou imundícia?

  • Esse quarto está uma imundície, é melhor você limpar ou ficará de castigo;
  • É melhor você limpar toda essa imundícia antes que eu tenha um surto;
  • Como você consegue viver em meio dessa imundície;
  • O nosso carro ficou uma imundícia depois da praia.

As palavras imundície ou imundícia são o que os linguistas chamam de formas gráficas variantes. São expressões que possuem mais de uma forma de grafia correta, e que podem ser utilizadas no dia a dia.

Nas formas gráficas variantes, sempre há uma expressão que é mais usualmente usada pelos falantes. E nesse caso é a expressão imundície.

Dicas para você melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa

Agora que você já sabe que imundície ou imundícia estão corretas e podem ser usadas, nós vamos dar algumas dicas simples para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa.

Para começar, nada de ficar usando corretores automáticos. Eles mais atrapalham do que ajudam.

Isso porque, eles apenas corrigem as palavras, sem levar em conta o contexto ou explicar o porque da correção. Ao invés de usar esse tipo de ferramenta, prefira ter um app de vocabulário para consultas rápidas.

Nós indicamos o VOLP, da Academia Brasileira de Letras. Nele você poderá encontrar todas as expressões aceitas pela entidade.

Outra dica importante para melhorar os seus conhecimentos sobre a Língua Portuguesa é ler muito. A leitura é um excelente exercício de aprendizado para o cérebro.

O ideal é que você leia conteúdos que utilizem a norma culta, como artigos e revistas cientificas.

Mais uma sugestão é evitar usar a linguagem web fora da internet. Ela é informal e possui várias gírias, expressões e abreviações que não são aceitas pela Norma Culta.

Ficar usando essa linguagem com frequência poderá acabar confundindo o seu cérebro.

Por fim, não pare no imundície ou imundícia. Continue a buscar informações sobre nosso idioma.

Tem mais alguma dúvida? Deixe-a nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *